Advogado Home Office, como adaptar o trabalho em tempos de quarentena?

Advogado Home Office, como adaptar o trabalho em tempos de quarentena?

O home Office para advogados já é uma prática utilizada por muitos e agora ainda mais, pois com a pandemia do Coronavírus se alastrando, a grande maioria dos profissionais está trabalhando única e exclusivamente em casa.

Algumas estratégias e ferramentas facilitam a realização desse trabalho remoto e são elas que iremos abordar nos próximos tópicos.

Determinar Rotina

Uma das grandes armadilhas do trabalho em casa são as distrações, televisão, redes sociais, sites de notícias e até mesmo aquele cochilo no sofá podem ser tornar mais atraentes do que seus afazeres, portanto é preciso ter foco e determinar uma rotina a ser cumprida para que assim não ocorra a tão temida procrastinação que tanto atrapalha o rendimento do profissional.

Portanto, organize seus horários, alinhe-se com as outras pessoas que estão em casa para que elas estejam cientes da rua rotina e assim não interrompam seu fluxo de tarefas e esteja sempre conectado a seus clientes para que eles saibam sobre seu modelo de trabalho e tenham acesso aos seus endereços de contato de forma prática.

Organize seu espaço

Não é necessário que você monte um escritório completo em casa, mas é essencial que exista um espaço reservado para realizar seu trabalho para que assim você consiga se concentrar e não haja interferência.

É essencial que você tenha acesso a uma conexão de internet com qualidade e os materiais básicos que um advogado precisa para trabalhar.

De olho na produtividade

Estabelecer um controle do que é produzido diariamente é uma alternativa interessante para que o rendimento não decline.

Ainda que as condições dos tempos atuais sejam diferentes, pois o home Office acaba não sendo uma opção e sim a única alternativa devido à quarentena e por conta disso a demanda de tarefas acaba sendo alterada, é preciso manter, ainda que de modo mais brando, um fluxo contínuo e controlado da produtividade

Deixe uma resposta